domingo, 4 de janeiro de 2009

Olhas para mim...


A saudade dói
E leva-me a pensar
Será que tudo se constrói
E ainda me queres amar?

Entre tantas historias
Que se ouvem contar
Sinto que tudo muda
É preciso é querer mudar

Olhas para mim
Com cara de quem se arrependeu
Mas tudo ficou para trás
E quem sofreu fui eu
Será que vale a pena
O que será mesmo o melhor?
Não tenho assim tanta certeza
Se ainda existe amor

Entre tantas alegrias
Entre tantos desamores
Espero cada dia
Por dias melhores

Não olhes para mim
Com cara de quem quer paz
Pois voltar atrás
não sei se sou capaz…

(eu)
24-09-08

2 miminhos:

Gotinha disse...

Ui... este poema tem tanto de mim... ;)

Adorei!!

Estrela Cadente disse...

Gostei...tens jeitinho...Um grande beijinho...:)

Enviar um comentário

deixa um miminho...